Donna: O Caminho Para O Sucesso

Vou me despedir deste ano com um último post, e vou falar sobre uma coisa que gosto muito…música! Mais especificamente vou aproveitar e falar de alguém que faz aniversário hoje 31/12…Donna Summer! Quem me conhece sabe que ela foi minha trilha sonora desde pequeno!

Uma boa maneira de começar seria a citação de Nile Rodgers, um dos criadores da banda Chic: “Donna Summer é magia. A história nem sempre tratou ela bem. Muitas pessoas não vêem ela como ela realmente deveria ser vista, como uma artista genial. Ela está além do pop, r&b, soul e disco diva. Ela é uma artista revolucionária, de vanguarda.” O que exatamente ele quis dizer com isso? Donna é uma verdadeira DIVA, além de cantora é compositora e pintora. Ninguém imagina que a Rainha das Discotecas compos uma música que ocupou o topo da parada COUNTRY! Que ela ganhou 2 Grammys de música INSPIRACIONAL? Um outro Grammy de melhor ROCK ! Só isso bastaria para mostrar sua versalitidade!

Como ela tem uma carreira longa, vou contar aos poucos (em mais de um post) algumas coisas interessantes sobre a história dela:

Nascida em Boston em 1948 (63 anos), Donna Adrain Gaines cresceu numa familia religiosa. Aos 10 anos já era conhecida pela vizinhança por cantar e encantar nas Igrejas locais e desde então sonhava em ser famosa! Mas até isso se concretizar foi um bom caminho, Donna teve que ir atrás de chances para mostrar seu talento. Aos 19 anos começou a cantar com uma banda local e juntos resolveram tentar a sorte em New York. Ela então teve que largar os estudos totalmente contra a vontade dos pais. A banda não deu certo e através de um amigo (que alguns anos depois compos LAST DANCE para ela) conseguiu uma audição para HAIR…de novo não rolou… mas apareceu uma oferta para fazer a primeira montagem do musical na Alemanha e ai, por sorte ou destino, ela resolveu pagar para ver o que dava. Se mudou de mala e cuia, sem conhecer ninguém e sem mesmo falar direito alemão! Mas aprendeu rápido e hoje existe em cd a gravação original dessa versão do musical para provar isso, ela realmente canta em alemão!!

Logo Donna ficou conhecida no meio, fez mais alguns musicais pela Europa, gravou 2 singles sem muito sucesso, se casou com um austríaco Helmut Sommer e teve sua primeira filha, Mimi, por lá mesmo. Não durou muito e sozinha, com uma filha pequena, ela teve que tomar uma decisão difícil, pegou o primeiro avião para os Estados Unidos e foi pedir aos pais que cuidassem da Mimi por um tempo até que ela se estabilizasse. Voltou para a Alemanha, agora com o sobrenome Sommer do ex marido, que ela resolveu mudar para Summer para dar um toque mais artistico! Mais uma vez Donna saiu atrás de trabalho e foi aí, fazendo alguns backing vocals, que conheceu os produtores Giorgio Moroder e Pete Bellotte que viram o grande potencial de sua voz. Eles contam que ficaram impressionados pois ela tinha que cantar 2 passos para trás do microfone para evitar ofuscar a voz das outras vocalistas, resolveram gravar uma música com ela que obteve um pequeno sucesso na Holanda. Os 3 ficaram animados e voltaram logo para os estúdios para gravar mais uma música, THE HOSTAGE, que daria a ela seu primeiro # 1 em varios países da Europa. Ainda em 1974 lançaram seu primeiro album, recheado com músicas folks e baladas, e Donna então se tornou um nome conhecido no velho continente.

Com o sucesso eles começaram a pensar mais longe, resolveram atacar os Estados Unidos mas para isso precisavam de um som novo, diferente de tudo que eles estavam fazendo… foram para o estúdio quebrar a cabeça. Eles pensaram em algo mais sensual, ela veio cantarolando uma frase LOVE TO LOVE YOU BABY, no final a soma deu certo. Gravaram uma vez mas algo estava faltando, acharam que ela não estava no clima sensual que a música exigia, viram que ela não estava confortável com aquilo, diminuiram então as luzes do estúdio e pediram para ela cantar como se estivesse interpretando um personagem…e aí ficou ótimo!  Pegaram o demo e mandaram para o dono de uma gravadora nos Estados Unidos, que ouviu, gostou e resolveu testar numa das festas badaladas que promovia.  Os convidados enlouqueceram e ficaram pedindo para repetir a música a noite toda. Foi aí que nasceu a idéia do primeiro 12” do mundo, às 3 da manhã saindo da festa, ele ligou para Giorgio na Alemanha e pediu para ele gravar com Donna uma versão de 20 minutos da música…e não é que deu certo! Donna teve seu primeiro hit mundial em 1976, chegando ao segundo lugar nas paradas de vendagem americanas mesmo a música sendo banida pela Igreja e por algumas rádios na época (por conta dos seus famosos gemidos).

Para terminar essa primeira parte da historia dela, coloco o depoimento de Pete, um desses produtores que esteve com Donna desde o começo:

“Donna era compatível com qualquer coisa que já fizemosconta Pete Bellotte. “Ela costumava cantar com tipos diferentes de voz, nunca protestou sobre qualquer coisa ao longo do tempo que eu trabalhei com ela. O que era mais notável a respeito dela, era que quando entrava no estúdio para gravar uma música específica, ela antes falava e falava por um par de horas…  de repente ela olhava para o relógio e dizia, ESTOU COM PRESSA!  Pegava o microfone, cantava a faixa e ia embora… e tudo ficava perfeito no primeiro take”

Anúncios

Um comentário sobre “Donna: O Caminho Para O Sucesso

  1. Parabéns pela inciativa meu amigo! Divulgar a tragetória dessa artista maravilhosa, que apesar de ser muito conhecida e querida pelos fãs, a maioria não sabe de sua história de vida e só conseguem enxergá-la como a rainha da Disco….isso é muito pouco pra ela. Adorei e quero mais! Bjão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s